top of page

VII Domingo da Páscoa - Ascensão do Senhor




«Foi elevado ao Céu e sentou-Se à direita de Deus»

(Mc 16. 15-20)


Uma palavra fraterna e amiga...


Celebramos hoje a festa da Ascensão do Senhor.


O Evangelho que hoje escutamos, as últimas palavras de Jesus aos discípulos, no Evangelho de Marcos, somos convidados a reconhecer, que aquela que foi a missão do Senhor, é agora a missão de toda a Igreja: ser portadores da Boa Nova, levando-a a todos, com o anúncio do exemplo e do testemunho.


É missão da Igreja ser sinal, presença, sacramento de Cristo no mundo, na história, na vida de toda a humanidade, e em todos os tempos.


«Eis os milagres que acompanharão os que acreditarem:

expulsarão os demónios em meu nome;

falarão novas línguas;

se pegarem em serpentes ou beberem veneno, não sofrerão nenhum mal; e quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados».


Estes sinais, além de serem os que nos identificam Jesus como Messias e Senhor, são também, a manifestação da nova criação.

Um novo Génesis, um novo começo, um mundo novo.


Que este dia, Ascensão do Senhor, nos eleve também a nós, a esta realidade nova, que brota da graça desse amor de Cristo em nós.

É o tempo em que somos convidados a invocar a graça e o dom do Espírito Santo, para que a todos nos ilumine e fortaleça com os Seus dons, não só para renovarmos o nosso compromisso na missão que o Senhor nos confiou, mas, também, para ter a coragem, a audácia desses gestos, dessa presença, desse testemunho autêntico e fiel, para que se realize em nós a graça do Seu Reino.


Para todos, e através de cada um de vós, junto daqueles que mais precisam, uma palavra de conforto, esperança, animo e coragem.


Fraternalmente,

Pe. João Valente.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page